Outro método de espessamento do pênis

Outro método de espessamento do pênis envolve a transferência sob a pele do pênis do músculo reto abdominal, no qual o fluxo sanguíneo axial é mantido. O retalho obtido durante a operação é enrolado ao redor do pênis ao longo de todo o seu comprimento. Com esta abordagem, a possibilidade de rejeição de transplante é significativamente reduzida, porque os músculos simplesmente se desdobram nos vasos de suprimento completo. Tal aumento em um membro da clínica implica a recusa do paciente em relação ao esforço físico por seis meses (a violação desta recomendação pode levar ao desenvolvimento de hérnia pós-operatória da parede abdominal anterior).

Cabeça do pênis aumentada

Esta manipulação pode ser realizada em combinação com o aumento do pênis e como um procedimento separado. As causas mais comuns de aumento da cabeça na clínica são:

discrepância entre os diâmetros do tronco e a cabeça do pênis;

a impossibilidade de alongar o pênis com a ajuda de um extensor devido ao tamanho insuficiente da cabeça (é impossível fixar o dispositivo corretamente);

a necessidade de manter as proporções corretas do pênis aumentado.

Uma das formas mais populares de aumentar a cabeça é a introdução de uma matriz especial entre ela e os corpos cavernosos, o que aumenta o diâmetro da cabeça em um estado ereto e calmo. A principal desvantagem desta técnica é o alto risco de necrose dos tecidos do pênis, porque durante a operação, os vasos sanguíneos que se alimentam são inevitavelmente cortados.

A injeção na cabeça de um membro de um gel contendo ácido hialurônico é reconhecida como uma técnica mais segura. Essa abordagem permite que você atinja o volume necessário no estado não regulamentado, o que é um ponto importante ao estender o termo do extensor. Infelizmente, após 1-1,5 anos, o gel resolve gradualmente, então este procedimento precisa ser repetido periodicamente.

Ampliação do pénis: Prós e Contras

Na lista de argumentos “para” a operação para aumentar o pênis aparece:

simplicidade e segurança desta intervenção cirúrgica;

impacto positivo na saúde sexual e psicológica dos homens;

melhorar a qualidade de vida íntima;

preservação do aumento do comprimento do pénis para a vida

O aumento cirúrgico do pênis tem seus oponentes,

que resultam nos seguintes argumentos:

as possibilidades da intervenção cirúrgica são bastante limitadas – o aumento no termo deste modo não excede 5 cm no comprimento e 6 cm na largura;

traços da operação podem permanecer no órgão operado;

a curta duração dos resultados da operação (com um espessamento do pênis, o volume resultante é salvo na melhor das hipóteses por vários anos);

possíveis complicações (sangramento, infecção na ferida, dor durante a ereção, supuração da ferida pós-operatória).